Hipertireoidismo: Sintomas, Tratamento, tem Cura? Descubra aqui!

Se você notou perda de peso repentina, irritabilidade e até mesmo uma fadiga muscular intensa, pode ser que você esteja sofrendo com hipertireoidismo.

Essa doença atinge a nossa glândula tireoide, causando diversos desequilíbrios em nosso organismo. E assim, passamos a conviver com efeitos colaterais desde os mais leves até alguns bem expressivos.

Hipertireoidismo
Saiba tudo sobre o hipertireoidismo e como tratá-lo!

Pra te ajudar a identificar esse problema, elaborei um guia completo com tudo que você precisa saber sobre o tema. Dessa forma, você já saberá que atitude precisa tomar diante deste quadro, a fim de restabelecer o equilíbrio hormonal em seu corpo.

Acompanhe!

QUAL A FUNÇÃO DA GLÂNDULA TIREOIDE?

A glândula tireoide está localizada em nosso pescoço, um pouco abaixo de nossas cordas vocais (laringe). Ela é responsável por produzir dois importantes hormônios, os chamados triiodotironina e o tiroxina, respectivamente abreviados como T3 e T4.

Quando produzidos, eles são levados através da corrente sanguínea para todas as regiões de nosso organismo, regulando o nosso metabolismo para armazenar e gastar energia de um modo equilibrado.

A partir disso, conseguimos atingir uma regularidade em nosso metabolismo, batimentos cardíacos, temperatura corporal, etc. E, por essa razão, quando esta glândula sofre um desequilíbrio, passamos a notar sintomas bem aparentes.

No entanto, quem possui o problema em um nível leve, talvez nunca note alguma alteração expressiva. Ou seja, a doença pode também ser silenciosa.

Existem casos em que a pessoa descobre a disfunção apenas depois de ter feito um chek-up no médico. É por isso que os exames regulares são tão importantes.

O QUE É HIPERTIREOIDISMO?

O hipertireoidismo, em linhas gerais, trata-se de uma condição hiperativa da glândula tireoide. Isto é, a mesma produz os hormônios de uma maneira exagerada e fora de controle.

Quando não recebe o tratamento adequado, a doença pode evoluir levando a outros problemas de saúde como por exemplo a promoção de quadros de arritmia, insuficiência cardíaca e problemas nos ossos.

Mas, além disso, este aceleramento no organismo pode levar a um emagrecimento brusco e repentino fazendo com que a pessoa tenha dificuldades em aumentar o ganho de massa magra, por exemplo.

SINTOMAS DO HIPERTIREOIDISMO

Como mencionei, esta doença pode ser muito silenciosa quando ainda está em um quadro leve. Porém, existem alguns sinais bem expressivos que aparecem quando a doença já está mais avançada. São eles:

  • Sensação de calor excessivo;
  • A transpiração também aumenta expressivamente;
  • Há uma sensação de fraqueza muscular recorrente;
  • As mãos tremem;
  • Os batimentos cardíacos ficam desregulados/acelerados;
  • A sensação de cansaço e fadiga é constante, mesmo logo após uma longa noite de sono;
  • A pessoa pode viver quadros de constantes evacuações, podendo ser diarreia ou não;
  • Há um aumento na ansiedade e irritabilidade, tornando a pessoa pouco intolerante as mais diversas situações;
  • Dor nos olhos, irritação ou desconforto;
  • Irregularidade no ciclo menstrual;
  • Dificuldade para engravidar – relacionado com a infertilidade.

CAUSAS DA DOENÇA

Existem alguns fatores que são responsáveis por desencadear esse desequilíbrio em nossa glândula tireoide. Conheça quais são:

  • Doença de Graves: Essa doença desregula a nossa glândula, uma vez que faz com que o nosso próprio sistema imunológico a ataque. Isso faz com que a mesma produza uma quantidade exagerada dos hormônios tireoidianos;
  • Nódulos tireoidianos: Tumores presentes na tireoide que podem causar a excessiva produção hormonal;
  • Tireoidites: Infecções virais ou bacterianas na glândula;
  • Ingestão excessiva de iodo: A ingestão excessiva de iodo na alimentação também é responsável pelo desenvolvimento da doença;
  • Tumores nos testículos ou ovários: Tumores que atingem diretamente a regulação hormonal de nosso organismo.

QUAL O TRATAMENTO PARA HIPERTIREOIDISMO?

Existem alguns tipos de tratamentos para cuidar do hipertireoidismo. A melhor opção só poderá ser prescrita pelo seu médico de confiança. Conheça as possibilidades:

  • Medicamentos antitireoidianos: Estes medicamentos são responsáveis por diminuir a quantidade de hormônios que são produzidos pela nossa glândula tireoide. Porém, mulheres grávidas precisam se atentar a este consumo pois ele pode ser prejudicial;
  • Iodo radioativo: Este tratamento pode curar o problema, mas, infelizmente, pode destruir a tireoide de um modo permanente. Por essa razão, será necessário consumir suplementos hormonais tireoidianos pelo resto da vida;
  • Cirurgia tireoidiana: Esta cirurgia remove a tireoide, portanto é uma solução permanente e mais drástica. Ela não é a mais recomendada e é utilizada quando os demais tratamentos não surtiram os efeitos desejados;
  • Consumo de beta-bloqueadores: Estes medicamentos não estão diretamente relacionados com a função de reduzir os níveis de hormônios, mas controlam os sintomas graves de outras doenças concomitantes, como arritmia, por exemplo.

HIPERTIREOIDISMO TEM CURA?

Para grande parte dos casos, tem sim!

  • Diminuição do consumo de iodo: Às vezes, apenas reequilibrar o consumo de iodo na alimentação já é suficiente para extinguir o problema.
  • Tratamento das inflamações: Nos casos de tireoidite, a cura das inflamações já promove o equilíbrio da produção hormonal.
  • Remoção dos nódulos: A remoção dos nódulos pode recuperar a regularidade da produção hormonal.
  • Doença de Graves: Neste caso, não há cura, pois trata-se de uma doença auto-imune. É necessário um acompanhamento constante do caso.

POSSO EVITAR O PROBLEMA?

Sim! É possível evitar o problema quando ele não está associado com a doença de Graves e com nódulos.

Para isso, você pode sempre consumir alimentos antioxidantes como os ricos em vitamina C, a fim de manter a sua imunidade estável, diminuindo as chances de haver o desenvolvimento de inflamações, por exemplo.

Além disso, você pode equilibrar a ingestão de iodo diariamente. E uma das maneiras de equilibrar esta ingestão é apostando em recipientes de vidro. Isso mesmo! Ao invés de armazenar os seus alimentos em potes de plástico, utilize os de vidro uma vez que o plástico pode soltar componentes que se assemelham ao hormônio tireoidiano e pode causar o desequilíbrio em nosso organismo.

Além disso, manter hábitos saudáveis, com alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos, também é sempre uma ótima pedida para manter o nosso corpo saudável.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Se você chegou até aqui, você aprendeu o que é e para que serve a nossa glândula tireoide. Além disso, descobriu tudo sobre as doenças que podem afetá-la, causando o hipertireoidismo.

Agora você já está mais preparada caso apareçam alguns dos sintomas que citamos, está atenta aos mesmos e com certeza vai saber buscar a ajuda médica caso seja necessário.

Se você tiver alguma dúvida sobre o assunto, não deixe de compartilhá-la aqui comigo pelos comentários. Estou com você!

Até a próxima!

O post Hipertireoidismo: Sintomas, Tratamento, tem Cura? Descubra aqui! apareceu primeiro em .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *